5 DICAS INFALÍVEIS PARA ORGANIZAR SEUS PRODUTOS E VENDER MAIS

novembro 01
5 DICAS INFALÍVEIS PARA ORGANIZAR SEUS PRODUTOS E VENDER MAIS

Segundo Caio Camargo (empreendedor de varejo) o que decide a compra do seu produto é a forma que ele é exposto no ponto de venda. Pode não parecer, mas cada mínimo detalhe é importante para atrair o olhar do cliente, por isso vamos mostrar algumas dicas de como ter resultados positivos.

A fórmula para organizar prateleiras é implementada nos layout dos mercados ao redor do mundo e o segredo é posicionar os produtos estrategicamente nos cinco níveis das gôndolas

O que são gôndolas? Tipo de móvel com prateleiras usado no comércio para exposição de produtos, em geral.

Gôndolas de Supermercado

Expor é importante para vender

Segundo a empresa Nutty Bavarian, 9 em cada 10 clientes relatam que, ao pensar na marca, a primeira coisa que têm em mente é o aroma de suas castanhas, facilmente notado por quem passa pelos quiosques da rede. A assinatura olfativa da empresa foi a estratégia utilizada para se diferenciar em meio à infinidade de elementos que impactam alguém que caminha pelos corredores de um shopping center.

É um cheiro natural do processo em que torramos as castanhas com nossa fórmula à base de canela. Hoje em dia, com as pessoas olhando sem parar para as telas dos celulares, encontramos no aroma uma maneira de atrair os clientes, afirma Adriana Auriemo, diretora da Nutty Bavarian, empresa que chegou ao Brasil há 20 anos e deve faturar R$ 51 milhões em 2015.

Práticas como essa estão ganhando cada vez mais espaço no mercado, segundo o consultor do Sebrae São Paulo Gustavo Carrer. “O marketing sensorial está sendo muito explorado no varejo em diversos segmentos. As empresas identificaram que quando você trabalha com mais de um sentido a chance de se destacar é muito maior”, afirma.

Essas estratégias também valem quando perguntamos para 10 clientes o que eles, mas gostam quando tomam Dydyo e 8 respodem baseado no sabor regional e tradição.

5 níveis para exposição

Nível 01 – Acima da cabeça: Os produtos acima da linha de visão dos consumidores possuem menor visibilidade, e por isto você deve colocar produtos de menor interesse;

Nível 02 – Altura dos olhos: Este nível também é conhecido como área nobre, pois é o nível que mais aumenta as vendas dos produtos. Nesta área você deve colocar os produtos com melhor margem de lucratividade, os mais caros. Como o campo de visão dos consumidores atinge diretamente este nível, as compras por impulso são maiores;

Nível 03 – Linha da cintura: Podemos considerar outra das grandes áreas para expor os produtos. Coloque aqui os produtos de grande procura;

Nível 04 – Abaixo da cintura: O nível abaixo da cintura já não faz mais parte do campo de visão dos consumidores, por isso é interessante que você coloque aqui os produtos mais baratos e que os consumidores sempre compram. Desse jeito, mesmo que os produtos não estejam visivelmente posicionados, as pessoas tendem a procurá-los do mesmo jeito, pois são produtos essenciais ou mais baratos.

Nível 05 – Chão: O chão deve ser reservado somente para os produtos pesados.

Bônus: Gôndolas cheias de um só produto. Essa é uma estratégia para o cliente pensar que é uma grande promoção, dessa forma ele acaba sentindo a necessidade de comprar pois vai achar que não poderá perder a oportunidade. Isso acontece com produtos de auto giro que chamam a atenção e uma grande massa usa ou consome como por exemplo: bebidas, produtos de limpeza, produtos de higiene pessoal e outro.

Utilizar a estratégia de posicionamento em níveis não irá resolver todos os seus problemas, mas já terão resultados positivos. A Dydyo é uma empresa que tem responsabilidade social e também se importa com o crescimento de seus clientes. Por isso teremos semanalmente conteúdos exclusivos para melhorar e fazer crescer seu empreendimento.


 

Dydyo Refrigerantes