10 dicas para conciliar a rotina de trabalho com as atividades físicas

dezembro 10
10 dicas para conciliar a rotina de trabalho com as atividades físicas

Praticar atividade física é fundamental para a nossa saúde física e mental. No entanto, não é fácil conciliar a rotina de trabalho com a prática diária de exercícios físicos. Por isso, listamos nesse artigo várias dicas que podem ajudar você a realizar essas duas tarefas de uma maneira mais agradável e produtiva. Confira!

10 dicas para conciliar a rotina de trabalho com as atividades físicas

É verdade que uma rotina cheia de afazeres dentro e fora de casa dificulta muito a prática de atividade física. Mas, com algumas adaptações e boa vontade dá para fazer bastante coisa. Quer ver só?

1.       Planeje a sua rotina

Pegue uma folha de papel e escreva nela todas as suas tarefas fixas diárias como trabalho, faculdade, quantas horas por noite você precisa dormir para acordar bem no dia seguinte etc.

Depois, veja qual tempo disponível você tem para fazer atividade física. Então, é só escolher o tipo de exercício que deseja fazer e encaixar naquele horário. Lembre-se de incluir também o tempo gasto com os trajetos entre uma atividade e outra.

2.       Organize e planeje tudo na noite anterior

Se você escolheu o horário da manhã, antes do trabalho, para se exercitar deixe tudo prontinho antes. Escolha a roupa, o tênis, os acessórios e encha a garrafinha de água. Fazendo isso você evita ficar andando pela casa procurando tudo na hora e perdendo bastante tempo.

Faça o mesmo com os seus itens de trabalho. Deixe tudo organizado para quando você chegar do treino, tomar um banho, se arrumar, pegar suas coisas e sair. Com planejamento você consegue fazer tudo dentro do que foi programado.

Programe-se também para dormir cedo e ter uma boa noite de sono. Assim, você acorda mais bem disposta no outro dia. Não vale ir para a cama de madrugada e tentar acordar às 6h pra caminhar, hein?

3.       Pratique uma atividade que você gosta

Nem todas as pessoas gostam de treinar em academia e tudo bem. O importante é mexer o corpo e para isso existem muitas outras possibilidades. Você pode andar de bicicleta, fazer caminhada, nadar, fazer aula de dança.

Quanto mais prazerosa essa atividade for para você, mais chances você terá de cumpri-la, mesmo após um dia cheio no trabalho ou mesmo tendo que acordar cedinho para isso.

4.       Escolha um local para treinar perto de casa ou do trabalho

A escolha da sua academia deve ser feita de forma estratégica. Avalie a localização e escolha uma que fique no caminho do seu trabalho ou pertinho de casa. Assim, é mais fácil seguir a sua rotina de treino.

Se você vai para a academia logo depois do trabalho, leve uma bolsa específica com os itens que vai precisar. Você ganha bastante tempo na hora de se arrumar.

5.       Encare a atividade física como um momento de lazer

Uma rotina puxada de trabalho é sempre muito desgastante e acaba se tornando um empecilho para incluir uma atividade física. Por isso, é muito importante encarar esse momento como algo prazeroso, um momento de lazer.

Se você se sente sempre muito cansado ao final do dia procure identificar se esse cansaço é realmente físico ou mental. Dependendo do seu trabalho, a exaustão pode ser mais mental.

Se for esse o caso, a atividade física servirá como relaxamento, como um tempo dedicado aos seus pensamentos, para focar em coisas aleatórias sem aquela cobrança excessiva do trabalho.

6.       Treine antes de ir para o trabalho

Se durante o planejamento da sua rotina você identificou uma hora vaga antes de sair para o trabalho experimente usar esse tempo para se exercitar. Você verá que o seu dia será mais produtivo, você se sentirá mais disposto e orgulhoso de si mesmo no final do dia por já ter cumprido uma tarefa tão importante.

7.       Comece devagar

Depois que escolher a sua atividade e definir o horário comece aos poucos. Não adianta querer treinar todos os dias, intensamente, sem descanso. O máximo que vai acontecer é você desistir.

Mesmo que esteja muito empolgado evite os exageros. É melhor se exercitar com regularidade, pelo menos três vezes por semana do que treinar de domingo a domingo e depois desistir de tudo seja por cansaço, desânimo ou lesão.

8.       Faça pequenas atividades físicas no trabalho

Sim, é possível se exercitar dentro do seu ambiente de trabalho. Basta incorporar alguns pequenos hábitos que você já sentirá diferença na sua disposição. Por exemplo:

  • Alongue-se antes de começar o expediente e em outros momentos do dia;
  • Use escadas sempre que possível em vez do elevador;
  • Aproveite a hora do almoço para dar voltas no quarteirão;
  • Desça do ônibus um ponto antes.

São dicas simples, mas muito eficientes principalmente se você passa o dia inteiro sentado e faz pouco ou nenhum tipo de exercício físico.

9.       Exercite-se em casa

Se a sua rotina de trabalho for tão puxada que não deixe brecha nenhuma para fazer atividade física fora de casa, não desista. Aprenda a se exercitar em casa mesmo. Há várias vantagens,veja:

  •         Não precisa pegar trânsito e nem caprichar na roupa de ginástica;
  •         Você economiza tempo e dinheiro;
  •         Qualquer hora disponível dá para encaixar um treino rápido etc.

Atualmente existe muito conteúdo gratuito na internet com profissionais da área indicando vários tipos de exercício. Você também pode baixar aplicativos no celular e fazer as atividades indicadas.

Use uma roupa confortável, um tênis adequado, alongue-se e divirta-se. Mas, claro, cuidado com os excessos para não sofrer com lesões.

10.   Procure estar sempre motivado

Manter a motivação para continuar se exercitando mesmo tendo que trabalhar todos os dias não é fácil. No início há bastante empolgação, mas depois é natural que comece a bater a preguiça, as desculpas ganham mais força e dá muita vontade desistir.

Para evitar isso, procure se manter sempre motivado, renovando o seu interesse pela atividade física e pelos seus efeitos. Veja algumas dicas:

  • Defina novas metas toda semana: aumente o tempo de corrida ou a velocidade na esteira, por exemplo;
  • Avalie os resultados: perceba suas roupas com caimento melhor, sua disposição aumentando e sua resistência melhorando;
  • Experimente uma atividade diferente: aula de dança, crossfit, yoga ou outra que lhe desperte o interesse;
  • Treine com um amigo: quando temos parceria para praticar alguma atividade física é muito mais estimulante. Um motiva o outro e as chances de desistência caem muito.

E quando o desânimo bater com força, pare, descanse, relaxe, desacelere e depois retorne aos treinos, nem que seja na base da disciplina.

Se você também precisa conciliar a prática de atividade física com o trabalho, não desanime. Siga as nossas dicas e tente adaptar a sua rotina a essa nova tarefa. Lembre-se que estar em movimento vai muito além de manter um padrão estético. É uma maneira de garantir mais qualidade de vida no seu aspecto físico e mental. Não deixe mais para depois, ok?

Dydyo Refrigerantes