5 dicas de como manter a motivação pra malhar

abril 05
5 dicas de como manter a motivação pra malhar

Todo mundo está cansado de saber que para uma vida mais saudável e mais tranquila é preciso fazer exercícios físicos, né? Mas tempo e disposição continuam sendo desculpas e empecilhos quase impossíveis de superar para a maioria das pessoas. Só que hoje em dia, há tantas e tão variadas opções de exercícios físicos, de locais pra praticar, sem custo, que precisam só de poucos minutinhos por dia, ou que dá pra praticar na sala de casa mesmo, que tá ficando difícil sustentar tantas desculpas.

motivação para malhar (1) motivação para malhar (3)

Por isso, vamos dar cinco dicas valiosas de como manter a sua disposição em alta e dar um chega pra lá nessa preguiça!

  1. Em primeiro lugar, seja realista. Nada de planos mirabolantes de passar todos os dias duas horas na academia, que fica do outro lado da cidade, com a expectativa de emagrecer 10kg em um mês. Ao invés disso, avalie a sua rotina para encaixar algo que não exija grandes transformações e esforços, porque essa vai ser a primeira desculpa que você vai dar para não ir malhar.

Deslocamento é complicado? Veja se não há alguma academia perto do trabalho ou da sua casa. Busque vídeos na internet e malhe em casa mesmo. O cansaço bate forte a noite? Pratique atividade de manhã, que vai te deixar mais disposta ao longo do dia. Não gosta de puxar peso? Se matricule em aulas de dança, natação ou algum esporte coletivo. O importante é buscar algo que se encaixe naturalmente no seu dia. Não arrume dificuldades, encontre soluções.

  1. Não pense, vá. Não abra espaço na sua mente para resolver se vai ou não se exercitar a cada dia. Você não acorda de manhã e pensa “ai, será que vou trabalhar hoje?”. Claro que não, pois não há alternativa; você tem que ir. Assim deve ser com a atividade física. Encare como a sua segunda jornada de trabalho do dia, e que você simplesmente não vai poder decidir se vai ou não. A decisão já está tomada e não há o que pensar sobre isso. Calce o tênis e vá!
  2. Estabeleça uma meta. Nada melhor do que um objetivo para manter o foco. Pode ser um peso a ser perdido, uma quantidade de quilômetros a correr ou uma taxa de colesterol a ser derrubada. Pode ser qualquer coisa que você deseje ou precise, e que, pelas suas condições físicas e de saúde, seja possível realizar em um ou dois meses, para não perder o foco. Vale até dobrar a meta depois de alcançada, só não vale trapacear.
  3. Arrume um compromisso. Se você tem dificuldades de manter a disposição por muito tempo e logo desiste de se manter ativa, nada melhor do que uma pessoa te esperando para começar o treino. Pode ser uma aula de balé ou natação, ou um grupo de corrida ou até mesmo uma amiga que precisa da sua carona pra ir para academia. As vezes, só o fato de ter alguém te perguntando porque você faltou já é motivação suficiente para não faltar.
  4. Dê um drible no tempo. Essa é a principal desculpa para derrubar sua motivação? Saiba que existem diversas técnicas de treinos que permitem realizar atividades de maior intensidade, num período mais curto de tempo. Busque a ajuda de um profissional de educação física que possa indicar qual o melhor exercício para você.

Sempre é bom lembrar que para praticar exercícios de alta intensidade é preciso estar com a saúde em dia. Mantenha o foco, hidrate-se, faça seu tempo render e colha bons frutos.

10 dicas para uma prática esportiva saudável

No clima esportivo!

11 benefícios da caminhada para o corpo e a mente

Dydyo Refrigerantes