Série Fotográfica busca conscientização ambiental

novembro 18
Série Fotográfica busca conscientização ambiental

Andar pelas ruas de Porto Velho entre os meses de junho e agosto tem um colorido especial. É quando os ipês mostram toda sua beleza, por um curto espaço de tempo, mas o suficiente para encantar.

Ipês Porto Velho (6)

Ipês Porto Velho (1)

O fotógrafo rondoniense Leonardo Valério não deixou toda essa exuberância passar despercebida e produziu uma série fotográfica com os ipês floridos de Porto Velho.

Ipês Porto Velho (4)

O  poema “A flor e a Náusea”,  de Carlos Drummond, serviu de inspiração para a realização desta séria fotográfica que busca, através da imagem, despertar a importância da arborização e do urbanismo para a cidade de Porto Velho.

Ipês Porto Velho (3)

Ipês Porto Velho (10)

Os ipês floridos foram escolhidos porque envolvem a questão de forma completa, pois se misturando à paisagem urbana atendem os objetivos de ornamentação, melhoria microclimática e diminuição da poluição. O registro dessas imagens é uma forma de refletir sobre o espaço urbano e a integração com a natureza. “Nossa cidade está necessitando de mais cuidados, mas no meio desse caos, no meio dessa confusão, no meio desse asfalto, nasceu uma flor! enfatiza o fotógrafo.

Ipês Porto Velho (10)

A flor e a náusea

Uma flor nasceu na rua!

Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego.

Uma flor ainda desbotada

ilude a polícia, rompe o asfalto.

Façam completo silêncio, paralisem os negócios,

garanto que uma flor nasceu.

É feia. Mas é flor. Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio.”

Carlos Drummond de Andrade

Dydyo Refrigerantes